Aglomerando

Aglomerando - Agregador de conteúdo

Aprendiz de Feitceiro - Um filme para ser esquecido por toda eternidade

O Aprendiz de Feitceiro - Um filme para ser esquecido por toda eternidade

NOTA: 2 / 10

The Sorcerer's Apprentice
EUA , 2010 - 111 min.
Ação / Fantasia

Direção:
Jon Turteltaub

Roteiro:
Larry Konner, Mark Rosenthal

Elenco:
Nicolas Cage, Jay Baruchel, Alfred Molina, Teresa Palmer, Toby Kebbell, Omar Benson Miller, Monica Bellucci,

É difícil dizer uma única coisa que deu errado em O Aprendiz de Feiticeiro, nova tentativa da Disney de criar uma franquia lucrativa com a equipe de A Lenda do Tesouro Perdido. A ideia inicial era interessante e mesmo as primeiras imagens empolgaram quando surgiram no começo do ano. 5 minutos de filme são necessários para arrancar os primeiros bocejos.

A história livremente inspirada na passagem de Mickey pelo filme Fantasia, de 1940, mostra um feiticeiro que busca durante séculos o sucessor de Merlin para que ele possa destruir Morgana, o mal encarnado.

Jon Turteltaub já demonstrou em A Lenda do Tesouro Perdido uma competência extraordinária no que diz respeito a reutilizar tudo aquilo que já foi feito/visto/esquecido de ruim em clichês de filmes de aventura. Apesar da gorda bilheteria destes filmes, os roteiros simplistas e cheios de furos não animavam e pior, conseguiam criar tédio apesar de tantas cenas de ação. Em Aprendiz de Feiticeiro as mesmas fórmulas são usadas e reutilizadas. Piadas a todo o momento, cenas de romance mal colocadas, falta de timming e uma impressionante fraca direção de atores mostram que para o diretor, o vácuo sem vida é pouco. Dificilmente fiquei tão entediado em um filme de aventura mágica.

O elenco tem nomes competentes mas que conseguem extrair o pior de si mesmos para seus papéis. Cage é um estereótipo mal-feito ambulante, meio gângster, meio mestre, meio babaca. Jay Baruchel é péssimo e não convence como escolhido, herói ou qualquer outra coisa que não seja de nerd traumatizado e Alfred Molina é vergonhoso. Monica Bellucci está feia! Conseguiram transformar a mulher mais sexy do mundo, que só de caminhar leva homens à loucura a um estado de insipidez total! ISSO É IMPERDOÁVEL seu Jon!

Não bastasse isso o filme tem diálogos forçados, soluções que vão deixar você tendo ataques epiléticos do cinema. Aprendiz de Feiticeiro menospreza a inteligência do espectador em todos os níveis possíveis e imagináveis. A cena onde o aprendiz descobre ser o escolhido é banal, previsível e mal-feita a tal ponto que todos descobrimos desde o começo do filme como irá acontecer. Nada salva este filme. Mesmo os efeitos epeciais falham miseravelmente em boa parte do tempo. Detalhe para a cena em que o filme "homenageia" o clássico da Disney, mas, mais uma vez consegue apenas ofender a memória impecável do original.

Aprendiz de Feiticeiro é mais um enlatado com data de validade vencida. E que desapareça no limbo junto com seu diretor e mestre.

7 comentários:

Annacmp disse...

nicola cage decaiu e muuuuuuuuito!

Anônimo disse...

O Cage piorou muito mesmo.

nos últimos anos, o único filme bom dele foi O Presságio. O resto não presta.

Vale citar O Sacrifício, que foi certamente um dos piores filmes que já vi na vida.

Rafael disse...

po o trailer tava tao legão pensei que ia ser uma sequencia da petencia de pelo menos harry poter pois tinha pontencia e caxe para isso.

Noel disse...

Post fantástico! Envie links assim para:

http://migre.me/17gAN

Blog Variar disse...

o Cage caiu mesmo, nao tenho mais vontade de assistir filmes deles, o ultimo que quis ver realmente foi pressagio, o aprendiz de feiticeiro vi sem querer com a namorada pq o filme que iriamos ver estragou :(
Ele ainda vai fazer caça as bruxas espero que preste, porem eu gostei da atuação dele no Kick-Ass, nao foi das piores...

Visitem meu blog: http://blogvariar.blogspot.com/

will disse...

Nossa, muito péssimo esse filme, a Disney devia largar o Cage de mão e investir no Príncipe da Pérsia.

Muitos bocejos pra esse filme.

Phenome disse...

Fala sério... Me diverti muito vendo...
Vocês vão ao cinema com um livreto do lado para anotar todas as imperfeições?
Caraca... Se reclinem na cadeira e relaxem um pouco... O filme é bem divertido. Que é difícil de engolir o tom sempre perdedor do Jay Baruchel, das várias cenas piegas e das piadas bobas, ok... Mas pra mim, deu pra abstrair e aproveitar muito bem o entretenimento.